<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d7542969\x26blogName\x3dRecorda%C3%A7%C3%B5es:+segredos+de+um+porvir\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://segredosdeumporvir.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://segredosdeumporvir.blogspot.com/\x26vt\x3d-560577301979177114', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Recordações: segredos de um porvir

São muitas as recordações, as que irei esquecer, e as que nunca hei-de lembrar. Como uma árvore e as suas folhas. Fecho os olhos. E, em segredo, relembro aquelas que, num outono, hão-de cair.

  • folhas de outras árvores

  • folhas no chão

    outros ramos

    soundtrack to your escape

    sometimes, we ought to unleash the child within us...


    ...and feel like one.

    You can leave your response or bookmark this post to del.icio.us by using the links below.
    Comment | Bookmark | Go to end
    • Anonymous elegy says so:
      2:48 da tarde  

      Quite an interesting thought... could agree more. Dentro de cada um de nós vive ainda uma criança. Por mais que tentemos evitar esta criança, o sentimento de maravilha e ingenuidade que associamos à infância continua sendo parte do que somos. Segundo certas comunidades espiritas do nosso seculo, esse sentimento da pelo nome de Pessach, mas com ou sem nome estranho, todos nós o sentimos.

      (caliban fan, I suppose)

      - Come to the darkside, we have cookies! - top

    • Anonymous Anónimo says so:
      2:49 da tarde  

      Quite an interesting thought... couldn't agree more. Dentro de cada um de nós vive ainda uma criança. Por mais que tentemos evitar esta criança, o sentimento de maravilha e ingenuidade que associamos à infância continua sendo parte do que somos. Segundo certas comunidades espiritas do nosso seculo, esse sentimento da pelo nome de Pessach, mas com ou sem nome estranho, todos nós o sentimos.

      (caliban fan, I suppose)

      - Come to the darkside, we have cookies! - top